Nossa história

O CEPP – Centro de Excelência em Políticas Públicas, outrora denominado CEP28 – Centro de Estudos e Pesquisas 28 – foi criado como uma associação sem fins lucrativos em 8 de junho de 1967 pelo ilustre professor, doutor Álvaro de Aquino Salles, chefe do serviço da Enfermaria 28 da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, responsável pelo serviço de Ginecologia do Hospital Geral da mesma Instituição. Inicialmente o “Centro de Estudos” tinha como objetivo assegurar a publicação de trabalhos científicos oriundos de estudos e pesquisas isentas de quaisquer influências externas, alheias a excelência dos processos científicos.  
Em 1973 o professor Carlos Barbosa Montenegro, do CEP28, ganhava o prêmio “Madame Durocher” pelas pesquisas que desmentiam médicos brasileiros que demonizavam a Meperidina, alegando inibição da contração uterina e depressão respiratória dos bebês. De acordo com a pesquisa, que rendeu o prêmio, o medicamento não inibe a contração uterina, pelo contrário, ao aliviar as dores contribui para coordená-la, com excelentes resultados nos momentos finais do parto, sem nenhum efeito colateral importante para a mãe e a criança.
    Esse perfil de “Centro de Estudos” perdurou da fundação em junho de 1967 até outubro de 1982, nesta data o professor, doutor Alkindar Soares Pereira Filho, assumiu a chefia do Serviço da enfermaria 28 e a Presidência do “Centro de estudos e pesquisas da 28ª enfermaria”, a partir de então coordenou toda a produção de trabalhos mantendo essa notória excelência.  
Em 1978 dr. Alkindar Soares já participava de pesquisas e campanhas ressaltando a importância da participação das mães na assistência aos bebês prematuros em centros de tratamento intensivo.
  Em 1982 a parceria entre a Enfermaria 28 e o “Centro de Estudos de Pesquisas da 28ª Enfermaria” foi ampliada. Por meio da prestação de serviços, doações de recursos, execução de projetos específicos, cessão de pessoal qualificado e outros meios o “Centro de Estudos e pesquisas da 28ª Enfermaria” auxiliou na gestão e participou na execução dos projetos, pesquisas e atendimentos realizados pela Enfermaria 28 da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, nas dependências do Hospital Geral, mas sob gestão independente e sempre sob a orientação e chefia do Dr. Alkindar Soares Pereira Filho, ou seus prepostos no serviço.   Em 1980 foi estabelecida a parceria entre o Centro de Estudos e Pesquisas 28 e a Enfermaria 33 da Santa Casa de Misericórdia (Maternidade), e o seu Centro de Estudos, ambos, à época, chefiados pelo Prof. Dr. Jorge Fonte de Rezende, da mesma maneira o início dessa relação foi acadêmico, com a publicação conjunta de trabalhos, estudos, utilização de infraestrutura compartilhada dos Centros de Estudos e das Enfermarias para formação médica.   A partir de 1982, sob a presidência do Prof. Dr. Alkindar a parceria se intensificou e passou a incluir a gestão compartilhada de serviços de saúde, em termos semelhantes ao ocorrido na enfermaria 28.  
Protótipo do teste Predictor – Pesquisa pioneira do CEP28 no Brasil
  Em 1984 o CEP28 foi responsável por uma pesquisa, chefiada pelo professor Alkindar Soares, que  tinha por objetivo avaliar as possibilidades da mulher utilizar e interpretar corretamente o resultado do primeiro teste de gravidez do mundo que identificava o hormônio HCG.    

Criação das Organizações Sociais de Saúde no âmbito da Cidade do Rio

  Com o advento da Lei nº 5.026, de 19 de maio de 2009, e dos Decretos nº 30.780, de 2 de junho de 2009, e 30.907, de 23 de julho de 2009, todos do Município do Rio de Janeiro, criando e estruturando a atividade das Organizações Sociais no contexto local, vimos a oportunidade de ampliar nossa atuação na área de Saúde no Município do Rio de Janeiro.   Avaliamos nossa capacidade de atuação, reestruturamos as equipes e estatuto social de acordo com as exigências legais e nos dispusemos a agregar o conhecimento da instituição e de seu pessoal na melhoria dos indicadores de saúde no Município.   Em 05 de Outubro de 2010, foi publicado o boletim do COQUALI com a aprovação e qualificação do CEPP como organização social em saúde no Município do Rio de Janeiro.

Projetos relevantes em Saúde

  Na atenção à saúde destacamos os principais projetos realizados pelo CEPP:
  • Programa de Educação Continuada em Saúde – realizada desde a fundação da entidade, até os dias atuais, com variação de temas e focos no período, programa em atividade;
      • Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia;
      • Residência em Enfermagem Obstétrica.
  • Parceria CEPP – Enfermaria 28 da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – realizado entre outubro de 1982 e dezembro de 2009;
  • Parceria CEPP – Enfermaria 33 da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – realizado entre meados de 1980 e março de 2003;
  • Programa Cegonha Carioca – Módulos Acolhimento e Transporte – início em março de 2011 e em atividade;
  • Hospital da Mulher Mariska Ribeiro – implantação, inauguração e gestão do hospital desde março de 2012 e em atividade;
  • Atenção à Saúde da Mulher da Fundação de Saúde Angra dos Reis – realizado entre novembro de 2015 e outubro de 2017;
  • Unidade de Pronto Atendimento 24h de Itaperuna/RJ – realizado entre janeiro de 2017 e julho de 2018;
  • Território de Atenção à Saúde no Âmbito da AP 4.0 – realizado entre agosto de 2019 e julho de 2020;
  • Hospital Municipal Nossa Senhora do Nazareth e Postos de Urgência de Saquarema, Sampaio Correia, Jaconé – início em março de 2020 e em atividade;
  • Hospital Municipal Dr Ernesto Che Guevara – realizado entre abril de 2020 e abril de 2021;
  • Unidade de Pronto Atendimento 24h – UPA Itaguaí – início em abril de 2020 e em atividade;
  • Território de Atenção à Saúde no Âmbito da AP 5.3 – início em outubro de 2020 e em atividade.
[tm-timeline layout="1" visible-items="1" date-format="3" anchors="false" order="ASC"]