Revitalização do Acolhimento – CF Deolindo Couto

Acolhimento antes da revitalização.
Acolhimento revitalizado com novas baias e lâmpadas de led.

O acolhimento é mais do que uma recepção, é uma porta de entrada do usuário ao atendimento à saúde. Ele permite a identificação das necessidades de saúde manifestadas pelo usuário, possibilitando o planejamento e a realização de ações para atender essas necessidades. As unidades de Saúde da Família  potencializam o inicio do processo a partir da avaliação do acolhimento, onde é possível apreender tanto a qualidade da recepção das demandas expressas pelo usuário como os critérios e condições de acesso a diferentes pontos do sistema. 

O CEPP, visando o bem estar dos pacientes e funcionários da unidade realizou a  revitalização do acolhimento da unidade, com a instalação de novas baias, que permitem que o atendimento seja realizado de forma prática, cômoda, direta e com privacidade, tanto para o cliente quanto para o colaborador. O local também foi equipado com lâmpadas de LED, com maior durabilidade, menor consumo de energia promovendo uma iluminação mais eficiente e maior conforto.

A Estratégia Saúde da Família está estruturada na atenção básica à saúde trabalha com a promoção, a prevenção e a reabilitação da saúde, além de gerar novo modelo das práticas de saúde, surgiu para reorganizar os serviços de saúde no nível de Atenção Primária.

 

Sobre a Unidade

A Clínica da Família Dr Deolindo Couto foi inaugurada em 23 de novembro de 2010. É composta por três equipes de Saúde da Família (Pedrinhas, Jaqueira e Marquês de Herval) e uma equipe de Saúde Bucal. Está localizada no Centro de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, beneficiando 12.000 pessoas.

Fachada da CF Deolindo Couto

A unidade leva o nome do médico neurologista, professor, Deolindo Couto. Doutor em Medicina pela Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil, fundador e diretor do Instituto de Neurologia da Universidade do Brasil, que hoje se chama Instituto de Neurologia Deolindo Couto. Tem também em seu rico currículo a Vice-Reitoria e posteriormente Reitoria da Universidade do Brasil, a presidência do Conselho Federal de Educação e presidência do Conselho do Instituto de Cultura Hispânica. Era membro da Academia Nacional de Medicina, que ele presidiu em vários biênios descontínuos e membro do Conselho Federal de Cultura. Recebeu o título de Doutor Honoris Causa de Universidade Federal da Bahia e da Universidade Federal do Piauí e o título de Professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Faleceu em maio de 1992.

“No Programa Saúde da Família os profissionais necessitam desenvolver processos de trabalho que estabeleçam uma relação entre profissionais de saúde e comunidade, efetivadas pelo desenvolvimento de ações humanizadas multiprofissionais e interdisciplinares. Observa-se que sem a realização do acolhimento e vínculo é impossível efetivar um atendimento de qualidade, a partir dessa afirmação os serviços de saúde, especificamente o PSF instituem como base para o seu processo de trabalho a realização do acolhimento. No percurso de construção do Sistema Único de Saúde ocorreram grandes avanços referentes às políticas públicas de saúde, mas também alguns conflitos e desafios, impondo uma urgência no aperfeiçoamento do sistema em busca de novos rumos. O padrão de acolhida aos usuários dos serviços de saúde é um desses desafios, pois este funciona como porta de entrada do serviço de saúde, tendo como foco central a escuta qualificada com criação de vínculos entre usuários e trabalhadores (BRASIL, 2011).”

Foi um prazer receber você no portal do

Rua da Assembleia 17/17º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ

Todos os direitos reservados ao Centro de Excelência em Política Públicas

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support